sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

ÁTALO II FILADELFO (159 – 138 a.C.)

Nascido em 220 a.C. Átalo II ( imagem ao lado) era o segundo filho de Átalo I Sóter com Apolonis. Sucedeu seu irmão, Eumenes II Sóter. Adotou o epíteto de filadelfo, isto é, “aquele que ama o irmão”. Antes de ser rei destacou-se como grande general e diplomata.
Quando da morte de Átalo I, sucede-o seu primogênito Eumenes II Sóter. Átalo II é o braço direito de seu irmão mais velho e ajuda-o a reorganizar as grandes conquistas territoriais. Em 192 é enviado como embaixador a Roma onde avisa o Senado contra o rei selêucida Antíoco III, o Grande, que havia cruzado o Helesponto em direção à Grécia. Atuou várias vezes como embaixador de Pérgamo em Roma.
Em 190 a.C., estando seu irmão ausente, resistiu à invasão do príncipe Seleuco (filho de Antíoco III) e esteve presente na Batalha de Magnésia do Sípilo junto com seu irmão Eumenes II que comandava a ala direita do exército pergameno-romano. Ali Roma e aliados puseram fim as pretensões expansionistas de Antíoco III. Em 189, apóia o comandante romano Mânlio Vulso em uma expedição contra os gálatas a quem os romanos atribuíam apoio a Antíoco III. Nesse mesmo ano, Eumenes II funda uma cidade na Lídia e em homenagem a Átalo II a denomina Filadélfia (“amor fraternal”), hoje Alaşehir na Turquia, mencionada com grande distinção na Bíblia ( Apocalipse 3.7-13).

Abaixo , ruínas da muralha de Filadelfia na Turquia.

Em 183, Átalo participa das lutas de Pérgamo contra o rei Prusias I da Bitínia que é derrotado. Entre 182-179, Átalo participa da guerra contra o rei Farnaces do Ponto; ganhos territoriais para Pérgamo.Em 172, após falar contra o rei Perseu da Macedônia no Senado romano, Eumenes II sofre um atentado na Grécia e é tido como morto em Pérgamo. Átalo II assume o governo e casa-se com Estratonice. Quando do regresso de Eumenes, Átalo abdica do trono e de Estratonice. Em 171 a.C., juntamente com seus irmãos, Eumenes II e Ateneu, apóia o cônsul romano Públio Licínio Crasso na Grécia durante a Terceira Guerra Macedônica, durante a qual, os Romanos começam a desconfiar de Eumenes II e suas relações com Perseu. Em 167, Átalo é enviado a Roma para saudar aos romanos pela vitória contra Perseu onde é comunicado do desagrado do Senado quanto ao seu irmão, Eumenes II, e enviado de volta a Pérgamo; antes, o Senado tenta acordar com Átalo que ele substitua seu irmão como rei de Pérgamo, mas ele não se dispôs a trair seu irmão. Segundo os historiadores romanos Políbio e Tito Lívio, a proposta do Senado estimulou as ambições de Átalo que, no entanto, foi demovido de seu propósito por Estrácio, médico de Pérgamo, enviado como embaixador a Roma. Ainda assim, as relações entre os Romanos e Átalo permanecem cordiais. Ao lado, estátua de um governante helenístico que se pensa ser Átalo II Filadelfo. Entre 167 e 164, Átalo atua como embaixador de Pérgamo junto a Roma. Em 159 morre Eumenes II Soter e é sucedido por Átalo II, que atua como regente do filho de Eumenes, Átalo III e se casa novamente com Estratonice.
O reinado de Átalo II se destacará por sua intervenção nos países vizinhos visando os interesses de Pérgamo. Em 158 estoura uma guerra civil na Capadócia: Orofernes II, apoiado pelo rei selêucida Demétrio I Sóter, usurpa o trono Capadócia de Ariarates V, irmão da esposa de Átalo II, que respaldado por Roma, reinstala o cunhado de volta ao trono capadócio em 156.
Entre 156-154: guerra contra rei Prusias II da Bitínia que ataca Pérgamo. Átalo II e seus aliados, Ariarates V da Capadócia e Mitrídates IV do Ponto, demandam junto ao Senado a intervenção de Roma que exige o recuo de Prusias II bem como o obriga a pagar uma indenização ao rei de Pérgamo. Entre 153 e 150 a.C. estoura nova guerra civil no reino helenístico da Síria: o usurpador Alexandre Balas luta contra o rei Demétrio I Sóter. Átalo II, em conjunto com Ariarates V da Capadócia, o rei egípcio Ptolomeu VI Filométor e a República de Roma apoiam Alexandre I Balas que por fim assume o Império Selêucida em 150.
Em torno de 150 Átalo II fundou a cidade de Atália (Attaleia), hoje Antalya ( imagem abaixo) na Turquia, famosa por sua base naval e sua poderosa frota.

Em 149, apóia Nicomedes II da Bitínia contra seu pai Prusias II derrotando o sogro deste, o príncipe trácio Degilis. No mesmo ano envia soldados pergamenos em auxílio aos romanos que lutavam contra Andrisco que se intitulava Filipe VI e reivindicava o trono da Macedônia, que agora era província romana. Esses soldados participam da tomada da cidade grega de Corinto pelos romanos.
Átalo II deixou os últimos anos de seu reinado nas mãos de seu poderoso ministro Filopemen. Abaixo, mosaico do palácio de Átalo II.
 Como seus antecessores, Átalo II Filadelfo era entusiasta das artes e das ciências e patrono da cultura grega. Em Atenas há a célebre Stoa (pórtico) de Átalo. Átalo foi o inventor de uma espécie de bordado.

Abaixo o Stoa de Átalo em Atenas.
Abaixo localização de Pérgamo, Filadélfia e Atália na Ásia Menor.
 Em 138 a.C. morre aos 82 anos Átalo II Filadelfo e é sucedido por seu sobrinho Átalo III Filométor, o filho do Rei Eumenes II.

FONTES:
«http://ca.wikipedia.org/wiki/%C3%80tal_II_de_P%C3%A8rgam»
http://www.livius.org/as-at/attalus/attalus_ii.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Antalya
http://en.wikipedia.org/wiki/Attalus_II_Philadelphus

2 comentários:

  1. quero informaçoes sobre a igreja orijinal filadelfia entre em contato com migo quem tiver essas infomçoes email é msn-matheus@hotmail.com

    facebook- lindo.madre@hotmail.com

    facebook-joaojesus.fiel@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Guedes,
      Não há dados precisos ou maiores informações sobre a igreja primitiva em Filadélfia do que está escrito no livro do Apocalipse (3.7-13). Ela é atualmente a cidade turca de Alasheir, uma cidade cristã ortodoxa, de população predominantemente grega. Um bom estudo sobre o relato bíblico com pinceladas históricas pode ser encontrado em http://www.estudosdabiblia.net/d134.htm. Abraços.

      Excluir